Eli "Paperboy" Reed




Nem só de vozes femininas vive a nova safra de soul singers. Joss Stone, Amy Winehouse e Sharon Jones são verdadeiras divas de uma geração que deu sangue novo à soul music mas Eli “Paperboy” Reed é a voz masculina que dá ao soul uma nova alma.
Eli é branquelo, baixinho e nasceu em Boston. Deve ter sido algum erro de reencarnação mas que o destino logo tratou de consertar fazendo-o ir para o Mississipi e colocando-o em contato com clássicos da Motown dos anos 60 e 70 (James Brown, Otis Redding, Solomon Burke, Al Green e Marvin Gaye) e desenvolver seu talento, que veio naturalmente aclopado a uma voz poderosa.
Sem querer reinventar a roda ou imitar seus ídolos Eli "Paperboy" Reed canta a soul music como ela deve e merece ser cantada: com sentimento, com personalidade e com alma. Com uma banda igualmente talentosa e cheia de bossa chamada The True Loves, Eli faz um barulho bom de ouvir e que mexe com a gente.
Seu primeiro disco é uma verdadeira raridade. Foi lançado em 2005 de forma independente, ou seja, com tiragem pequena e má distribuição. No final de 2008 veio o segundo disco, "Roll With You", desta vez lançado pela gravadora Q Division.
As 11 faixas que compõem "Roll With You" são matadoras. Não tem como destacar uma ou outra música como sendo a melhor. Mas eu não posso deixar de citar "Stake Your Claim", a faixa que abre o disco e que foi o meu primeiro contato com esse entregador de jornal. Um contato que nunca vou esquecer.

0 comentários: