Ladrão Que Rouba Ladrão...



...Não tem mais 100 anos de perdão.
Depois do bafafá envolvendo a empresária Eliana Tranchesi, dona da Daslu, outro grande nome do mercado de luxo no Brasil vem estampar os noticiários pelos mesmos motivos. Tânia Bulhões, dona de uma loja de perfumes e outra de decoração de interiores que levam seu nome, está sendo indiciada por sonegação de impostos, evasão de divisas e lavagem de dinheiro, entre outras.
O esquema de importação fraudulenta, ao que tudo indica, estabelece uma forte ligação entre as duas marcas. A Daslu e a Tânia Bulhões Home tinham negócios com a importadora By Brasil, com subfaturamento de até 70% na importação de produtos de luxo.
Muita poeira ainda será levantada no caso Tânia Bulhões. A Receita Federal está investigando uma lista de clientes da loja que compravam sem nota ou com um valor declarado abaixo do valor pago. Dizem que a tal lista é mais do que V.I.P., é um verdadeiro compêndio de nomes de celebridades e milhornários paulistanos.
Se esse povo todo for parar na cadeia... Acho que logo aparecerá um empreendedor visionário construindo um xilindró de luxo no Morumbi (com vista para o Parque Burle Marx) para recolher somente o crème de la crème da bandidagem de São Paulo.
Seria o fim da impunidade no Brasil? Não sou tão otimista. Além da impunidade a justiça brasileira precisa acabar com a imunidade de que gozam os políticos. Dos que constroem castelos aos que empregam dezenas de familiares vagabundos, dos desviam dinheiro dos cofres públicos aos que conseguem inocentar filhos marginais que incendeiam índios.

0 comentários: