A Ópera do Malandro, de André Moraes


Uma das coisas mais engraçadas e inteligentes produzidas pelo cinema brasileiro, o curta Ópera do Mallandro, dirigido por André Moraes e produzido por Lázaro Ramos , estreou no My Space em 2008 depois de arrasar em vários festivais.
Embora o título remeta a uma das obras primas de Chico Buarque, a Ópera do Mallandro de André Moraes é uma homenagem a Sérgio Mallandro e a um milhão de ícones da cultura pop dos anos 80.
A história mostra um garoto interpretado por Michel Joelsas (O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias) que, para passar de ano, tem quinze minutos para escrever uma redação super original. Esse é o gancho que nos faz embarcar numa viagem hilária, com direito a Michael Jackson, Flashdance, Sidney Magal, Fofão, Twisted Sister, Break Dance, Bozo e tudo aquilo que ningém mais merece mas a gente já mereceu!
O elenco é um desfile de grandes nomes: Wagner Moura, Lázaro Ramos, Jair de Oliveira, Lúcio Mauro Filho, Angelo Paes Leme, Luciano Szafir e Taís Araújo, além de Sidney Magall e o próprio Sérgio Mallandro.
A trilha sonora tem todos os "grandes sucessos" de Mallandro repaginados, desde "Vem Fazer a Glu Glu" até as brega classics "Bilu Tetéia" e "Farofa Fá Fá", que já tinham sido sucesso nos anos 70 com seu autor, Mauro Celso.
André Moraes já é bastante conhecido no cinema nacional como compositor. Sua música está presente em produções como No Coração dos Deuses, Lisbela e o Prisioneiro, Meu Tio Matou um Cara e O Coronel e o Lobisomem. Ele também participou como ator dos filmes Cazuza e Os Desafinados e dirigiu o curta O Destino de Miguel.
Realmente é uma pena que os cinemas brasileiros não tenham a cultura de exibir curtas antes dos filmes principais, ao invés daquela chuva de traillers, a maioria ridículos, e comerciais que não pagamos para assistir e somos obrigados a engolir.

Assita:
https://myspace.com/andremoraes/video/-pera-do-mallandro/33888477

0 comentários: