O SURREALISMO OBSCURO de Michael Hutter


O artista plástico alemão Michael Hutter é um pintor no sentido clássico da palavra. Com fortes referências em Bosch e Bruegel, seu surrealismo obscuro se apresenta em técnicas desenvolvidas a partir da sua maneira de lidar com a literatura, arte, música, filosofia, ciência, religião e pseudo-ciência, longe da cultura mainstream.


Ele confessa não se importar com a realidade ou com a probabilidade de que algo seja verdadeiro, exceto pelo potencial de estimular seu pensamento misturado à suas obsessões, paixões, desejos e medos, sufocando o que acontece no abismo de sua personalidade e trazendo-a de volta à superfície.











































0 comentários: