Second Life Toys



Juntar partes de brinquedos de pelúcia danificados e dar-lhes uma segunda vida foi a idéia de  Akira Suzuki, profissional da Dentsu, para chamar a atenção sobre a falta de crianças doadoras de órgãos.
O projeto Second Life Toys, "ressuscita" bichinhos de pelúcia doados, que depois vão para instituições que cuidam de crianças. 


A campanha foi lançada em maio deste ano em parceira com a Green Ribbon, grupo japonês de transplante de órgãos, contando com a participação de artistas, designers e fabricantes de brinquedo de pelúcia de todo o mundo.


Futuros participantes podem doar brinquedos ou pedir peças para restaurar suas próprias pelúcias. A campanha pede a qualquer um que receba um transplante de pelúcia para escrever uma carta de agradecimento ao doador e completar o círculo de reciprocidade, ajudando a ilustrar os benefícios potenciais de uma doação de orgãos de verdade.






Björk Digital

video

Björk é uma artista incansável e sempre surpreendente. Agora ela trabalha em uma versão em realidade virtual de Vulnicura, escreve novas músicas para um novo álbum e também dirige uma exposição etinerante dedicada aos aspectos digitais de seu trabalho. 


Seu último álbum, Vulnicura (em três versões diferentes: álbum original, versão acústica e versão concerto) foi lançado em 2015 e foi muito elogiado pela crítica.
Depois de muitos anos sem se apresentar em sua terra natal, ela se fez duas apresentações no festival de música Iceland Airwaves e inaugurou a sua exposição Björk Digital no Harpa Conference Cernter.
A exposição intitulada Björk Digital é um projeto de realidade virtual onde o público pode entrar em um mundo de realidade virtual interativa e experimentar sua música de uma nova maneira, com a ajuda da tecnologia 3D. 


Sempre na vanguarda, Björk não se assusta com as novas tecnologias. Ao contrário, ela está sempre esperando por alguma coisa que possibilite realizar suas idéias e tira o melhor proveito de tudo, seja na música, nos filmes, nas fotos, nos cenários e até em suas roupas. Como ela mesma diz:  " Quando vejo coisas novas, sou como um corvo atraído por algo brilhante".
Björk tem trabalhado em imagens tridimensionais com o artista James Merry e recentemente terminou uma realease de realidade virtual da música Family, do álbum Vulnicura, que ela considera seu melhor trabalho até agora. 


Enquanto a maioria dos artistas briga para contra a reprodução gratuita de seus vídeos e músicas pela internet, ela vai a favor da maré, buscando caminhos que fazem seus shows e essa exposição etinerante se transformarem em experiências únicas, que jamais poderão ser vividas através do Youtube.

video

Nas fotos a baixo, Björk em uma das apresentações no  Harpa Concert Hall and Conference Centre - Os figurinos são Emanuel Ungaro e David Ferreira, com headpiece by Gucci e James Merry.
As fotos são de Santiago Felipe







A Steampunk Art de Kazuhiko Nakamura



O designer e professor de arte 3D Kazuhiko Nakamura gastou muitas de suas horas livres estudando técnicas e criando obras que o transformaram também em artista plástico.


Muito diferente de tudo o que se vê na internet com o rótulo de "arte digital", o trabalho de Kazuhiko Nakamura se destaca não só pela complexa mistura homem/máquina mas também técnica peculiar: Cada uma das milhares de "peças" que compõem as imagens, são criadas uma a uma e aleatoriamente, posteriormente agrupadas para formar as imagens, como em um quebra-cabeça.


Nascido em Hyogo, no Japão, em 1961, Nakamura recebeu fortes influências da arte cyberpunk e do surrealismo em sua juventude. Essas nfluências são visíveis em seu trabalho, definido por um crítico de arte como "um híbrido surreal do homem e da máquina, um duro casamento de metal e carne". 


Nos últimos 10 anos o trabalho de Nakamura vem sendo reconhecido com prêmios e exposições em galerias de arte e instituições como The National Museum of Emerging Science and Innovation, deTokyo (2015) e o Hangaram Design Museum, de Seoul (2014).
Nas redes sociais ele é post certo nos perfis dos apreciadores de steampunk art.





Explosão Gráfica


Jessica Walsh, da agência novairoquina Sagmeister & Walsh, assina a direção de arte da brilhante campanha para a Aïzone, toda inspirada em Mondrian e Roy Lichtenstein.














Masculino / Feminino


A revista masculina israelense F.O.D. publicou um divertido ensaio chamado "O Homem Que É Uma Obra de Arte", uma reflexão sobre a masculinidade, consumo e percepções de gênero. 
Até que ponto as imposições do mercado estão mudando os conceitos de masculinidade?
As fotos são de Asaf Einy, com Styling de Shiran Mania, Cabelos e Make de Sagi Dahary e Eran Pal. Os modelos: Asaf Youbiner, Idan Roll, Matan Akerman & Guy Lubelchik.









O Surrealismo Minimalista de Matt Crump


O fotógrafo e diretor de arte norte-americano Matt Crump fotografa coisas e pessoas isoladas em um contexto onde as cores ocupam todo o espaço e são protagonistas.
Suas fotos são surreais e minimalistas possuem um clima vintage e remetem a fragmentos dos últimos dias de um verão cheio de histórias. Ele próprio batizou seu estilo de minimalismo dos doces coloridos.